Ensino Fundamental

O Centro Educacional PH3 entende a etapa do Ensino Fundamental, como uma das mais essenciais para o desenvolvimento integral do educando, bem como para a formação da cidadania. Ao longo dos 9 anos do Ensino Fundamental, muitas mudanças acontecem nos aspectos físico, emocional, social, intelectual do aluno, por isso contamos com um olhar atento para essas transformações, de modo que essas rupturas aconteçam de modo elaborada, promovendo a superação dos conflitos dos mais variados desafios.
Nesta etapa como um todo, visamos a formação básica do cidadão, tendo assegurado os seguintes aspectos:
• O desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo;
• A compreensão do ambiente natural e social do sistema político, da tecnologia, das Artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade;
• O desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, tendo em vista a aquisição de Conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores;
• O fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de Tolerância recíproca em que se assenta a vida social.

Nos Anos iniciais, valorizamos as experiências lúdicas de aprendizagem, visando a sistematização dessas situações para o desenvolvimento do aluno. Aqui o estudante consolida as aprendizagens e ampliam as práticas de linguagem, a autonomia, o senso moral e ético e interesses pessoais.
Nesse contexto, desenvolvemos projetos que estimulam o desenvolvimento dessas competências e habilidades. São eles:

Ciranda do livro - Proposta envolvendo a leitura, proporcionando aos alunos o contato com as mais variadas obras de autores potiguares, possibilitando o contato direto com autores e ilustradores das obras trabalhadas no decorrer do ano letivo. A ciranda do livro abre inúmeras possibilidades para o desenvolvimento do aluno, pois, através da leitura é possível desenvolver a imaginação, desenvolver a escuta, enriquecer o vocabulário. Assim, com a ciranda do livro, a leitura passa a ser algo inserido na rotina dos nossos alunos, desenvolvendo o prazer em ler, ler com alegria e emoção.
Educação Financeira - Os alunos e suas famílias recebem o conhecimento dos conteúdos de educação financeira para desenvolver atitudes proativa e consciente, que permitam às pessoas identificar um melhor posicionamento com relação aos seus recursos. Os alunos aprendem por meio da prática da SOLIDARIEDADE, o quanto é importante ajudar ao próximo, levantando recursos financeiros com orientação e planejamento, e o mais importante, realizar seus sonhos, e contribuir para a realização dos sonhos de outros. Além disso, o projeto é um ótimo aliado para desenvolver o empreendedorismo.
Educação Socioemocional – Adotamos programas educacionais que objetiva desenvolver a educação socioemocional no ambiente escolar, fundamentados em Teorias psicológicas, que possibilita através dos encontros, diversas vantagens aos alunos, o gerenciamento das emoções e desenvolvimento da inteligência, melhoria do rendimento escolar e do aprendizado, habilidades para construir relações saudáveis e administrar conflitos, postura empreendedora e criativa, combate e prevenção ao bullying. O programa é aplicado pelo professor, sendo 1 aula por semana, dentro da grade curricular.
BULLYING – Projeto de extrema importância no ambiente escolar. O combate ao bullying, tem o envolvimento de toda a comunidade escolar. O projeto é aplicado através de palestras, ações elaboradas e aplicadas, diálogos, e acima de tudo compromisso de todos: professores, alunos e pais; todos com um único objetivo: combater o bullying no ambiente escolar.
CULTURA MAKER – é uma grande aliada à aprendizagem, pois estimula o pensamento crítico, a colaboração entre os estudantes, proporcionando soluções para problemas. O movimento “Faça você mesmo” ganha força na educação para o engajamento real dos estudantes.

Nos Anos Finais do Ensino Fundamental, os alunos retomam e ressignificam as aprendizagens, fortalecem a autoestima e devem ter assegurados o desenvolvimento pessoal e social. Nesta etapa é muito importante impregnar as práticas de sentido: o que, para que e por que estou fazendo isso? Além disso, inserir a cultura digital nas práticas pedagógicas, como forma de se aproximar os mundos do professor e aluno, e ainda, acompanhar as mudanças trazidas por esta nova realidade na educação.
Para isso, desenvolvemos projetos que estimulem cada vez mais o alcance desses objetivos, possibilitando aos estudantes a aquisição de competências para toda a vida, como a argumentação, a empatia, o pensamento crítico e criativo. São eles:

Educação Socioemocional – cada vez mais o gerenciamento emocional é um grande diferencial para o mercado de trabalho. Não basta desenvolver competências cognitivas, temos que desenvolver a pessoa e suas emoções, dando condições de autoconhecimento e habilidades para construir relações saudáveis. Além disso, empatia, respeito ao outro, combate e prevenção ao bullying, valorização da vida, são temáticas trabalhadas nesse projeto.
PEI – O Programa de Enriquecimento Instrumental é a metodologia exclusiva aplicada na nossa escola. Baseada no teórico Reuven Feuerstein, o programa desenvolve as habilidades cognitivas do aluno, esclarecendo como os processos de aprendizagem ocorrem e como é possível, através de uma mediação adequada, expandir o potencial para aprender aumentando a eficiência do funcionamento intelectual dos indivíduos.
Árvore de Livro – é uma plataforma digital fantástica para a formação do leitor. A leitura é fundamental para o desenvolvimento da argumentação, da escrita, do pensamento crítico, da imaginação, da ampliação e aprimoramento do vocabulário, da dinamização do raciocínio e da interpretação. Enfim, são muito benefícios essenciais para a vida e não apenas para o ambiente escolar.
Cultura Maker - é uma prática que traz muito aprendizado individual e coletivamente. A “mão-na-massa” é ferramenta essencial para o empreendedorismo, criatividade, imaginação, resolução de problemas, ou seja, para uma série de competências que são fundamentais para o sujeito do século XXI.
Educação Digital – atualmente, vivenciamos a era digital, e nossos alunos são nativos digitais. Essa nova realidade merece nossa atenção enquanto escola, pois devemos formar jovens bem informados e seguros no uso das tecnologias. Tudo isso voltado para a consciência crítica em relação a Fake News, uso das redes sociais, tempo em games e etc.